Alento

Um ano após a estreia o coreógrafo e bailarino Pedro Ramos reapresenta Alento em Lisboa, durante duas semanas de Outubro, na emblemática Floresta de Monsanto, pulmão da cidade, junto ao Centro de Interpretação do Parque Florestal de Monsanto (CIM) nos dias 22, 23 e 29 pelas 15h e dias 24 e 30 às 21h. A partir do tema da respiração, enquanto alimento e movimento do “espírito” da vida, Alento, explora e investiga o segredo latente na substância da qual somos feitos.

O corpo enquanto um “pedaço de natureza” a ser redescoberto pelo habitar da consciência no seu movimento. Que caminhos se abrem quando escutamos o percurso da vida, por territórios exteriores e interiores? Continuando o desenvolvimento da linguagem coreográfica a partir das diferentes etapas alquímicas, e sob o seu enquadramento enquanto processo de transformação, o discurso do corpo, está agora em diálogo empático e inter-relacional com a Floresta, reconhecendo-a como porta de entrada para a dimensão do “Ser” e enquanto entidade/organismo vivo da qual fazemos parte, marcando uma nova etapa no desenvolvimento do trabalho de Pedro Ramos, na relação entre a Dança e a Ecologia profunda. Alento é uma substância volátil misteriosa que sustenta o corpo, anima o espírito, e estabelece o elo com esse grande corpo que é o mundoNum dueto do próprio coreógrafo com a bailarina Sandra Rosado, foi concebido um processo de forma a criar uma obra constituída por dois fascículos, que integram no seu todo vários formatos “Capítulos performativos”, que têm alternadamente sido apresentados em florestas e teatros.

Datas

24, 29, 30 de Outubro de 2020
Centro de Interpretação de Monsanto, Lisboa.

Fichar artística

Concepção Artística e Coreografia: Pedro Ramos / Interpretação: Pedro Ramos e Sandra Rosado / Assistência Artística: Teresa Simas / Composição Musical: Paulo Maria Rodrigues e Pedro Ramos / Desenho de Luz: Zé Rui e Pedro Ramos / Assistência técnica e Operação: Tânia Neto / Espaço Cénico: Pedro Ramos / Objectos Cénicos: Tânia Neto / Figurinos: Rita Roberto e Pedro Ramos / Produção Executiva: Xana Lagusi  / Comunicação e Design: Nádia Carmo / Fotografia: David Cachopo / Video: Luís Margalhau / Co-Produção: Cine-Teatro Avenida e Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão / Consultores e Colaboradores: Álvaro Fonseca, Carlos Ramos, Carlos Andrade, Cláudia Galhós.

Apoio: Câmara Municipal de Lisboa, Trilhos Verdes, Junta de Freguesia Avenidas Novas, Passos e Compassos, Cine-Teatro Câmara Municipal de Palmela / Apoio a residências artísticas: Trilhos Verdes, Junta de Freguesia de Avenidas Novas, Câmara Municipal de Lisboa, CIM – Centro de Interpretação de Monsanto, ESMAVC, Estúdios Victor Cordon – CNB, DançArte, Passos e Compassos – Câmara Municipal de Palmela, Câmara Municipal de Castelo Branco, Cine-Teatro Louletano, CAB – Centro Coreográfico de Lisboa

O projecto Alento é co-financiado pela Direcção-Geral das Artes e Ministério da Cultura.