Rizoma

RIZOMA é um projeto de criação interdisciplinar que coloca em diálogo a Dança e as Artes Visuais, para num modelo epistemológico e arbóreo de organização do conhecimento, experimentando o conceito de Rizoma na criação de um objeto performático.O coreógrafo, num tempo de confinamento, propõe-se criar no sótão do espaço onde vive, um lugar de laboratório de criação e transformação.

Revisitando algumas das peças antigas, como “Diário Metafísico” e “Memória de uma Origem” seminais do seu percurso enquanto criador, onde iniciou o seu interesse sobre a Alquimia, bem como a exploração da relação entre o consciente e inconsciente, a partir do conceito de inconsciente colectivo desenvolvido por Carl Jung, pretende experimentar nesta criação uma dança-performance multimédia, que comporta som, vídeo, digital, evocando formas não convencionais de olhar a “natureza” humana, que numa abordagem fenomenológica coloca em confronto a complexidade da consciência individual e coletiva e do sistema societal.

Em RIZOMA, o criador propõe-se articular as questões inerentes à investigação sobre matéria-vida-consciência com a exploração de diferentes quadros alquímicos produzido ao longo de diferentes épocas históricas, que exploram a relação entre consciência-corpo, espírito-matéria, Homem-natureza-cosmos

Datas

9, a 13 de Setembro 2020
Centro de Interpretação de Monsanto, Lisboa

Fichar artística

Concepção  artística, coreografia e interpretação: Pedro Ramos  / Assistência artística: Sandra Rosado / Produção executiva: Xana Lagusi / Comunicação, assessoria de imprensa e Design: Nádia Carmo  / Acompanhamento e registo documental: David Cachopo (fotografia), Luís Margalhau (vídeo) / Produção: Ordem do O / Co-Produção: Cine-Teatro Avenida e Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão / Apoios: Câmara Municipal de Lisboa, Trilhos Verdes, Junta de Freguesia Avenidas Novas / Consultores: Álvaro Fonseca, Teresa Simas 

O projecto Alento é co-financiado pela Direcção-Geral das Artes / Ministério da Cultura